Arquivos Mensais: maio \31\UTC 2015

Encontro de almas.

Ela podia ter qualquer um que quisesse, com seu jeito meio sem jeito e o seu sorriso ela seria capaz de fazer com que qualquer um caísse aos seus pés. Ela tem poses simples, tem gestos discretos, anda meio rápido as vezes e eu me esforço para acompanha-la, mas as vezes, quer dizer, ultimamente ela …

Continuar lendo

Segunda-feira

A vida é o que se encontra entre os dois extremos de um abismo cheio de escombros. Ela passava entre esta cordilheira tentando achar formas de se convencer e de compreender o sentido da sua existência. Ela têm pulmões esgotados de tantos suspiros. Suspiros que não cumprem o seu papel de aliviar. Com o coração …

Continuar lendo

Sentimentalismo

Sinto que meu lugar é aqui, mas as vezes esse porto é congestionado demais. De inúmeros navios que o deixam turbulento.Por mim, eu colocaria tudo tão em ordem. Mas existem tantos cargos, eu não sou a única a decidir. Sem e com mais metáforas.Nunca vai ser tão simples, a ponto de se dizer que vai …

Continuar lendo

Semana passada

Eu matei a saudade semana passada quando me afoguei no mar de lembranças que você deixou no armário da sala. Um álbum pequeno, com um pouco de nós gravado em cada página, a sua mania de enumerar nosso relacionamento sempre me deixou fascinado, mas naquele dia eu sentia raiva por te deixado você registrar tudo, …

Continuar lendo

Perdedores

Nós perdemos mesmo sem querer. Perdemos antes de perceber que estávamos numa partida Perdemos o peito, os ombros, as pernas, tudo que restou foi a dor A dor de nossos corações partidos e o gosto do nossa sangue. Uma ponta de raiva nasce aqui e ali, só para lembrar que erramos. Erramos querendo fazer o …

Continuar lendo

Teu.

Estou aqui, às 4 horas da manhã, com várias palavras na minha mente, daquelas que não te deixam dormir… Turbilhão. Confesso que às vezes te imagino ao meu lado, o seu sorriso cintilante me incentivando a viver, a ‘’ser paz’’. No meu coração o teu nome bate, até agora, às 4 horas da manhã. O …

Continuar lendo

O Frio

Ela mudou o corte de cabelo. Os tons de maquiagem. O estilo de roupa e de vida. Mas a vontade de te ligar e ir correndo para a tua casa continuava a mesma. Ela falou para as amigas que sentia sua falta, sentia falta do teu cheiro e da tua voz mansa dando “Bom dia”, …

Continuar lendo

Somos um

Como num acesso de loucura, as palavras chegam, aos montes. São tantas que mal consigo empilhar, mal consigo escutá-las. Às vezes perco uma ou outra e a dor que isso me causa… Ah leitor! Você não tem ideia do tamanho da dor que sinto. Num processo um tanto quanto ‘’aliviador’’ vou me livrando delas, colocando-as …

Continuar lendo

Dois em um

Mas do meu olhar para a tua boca é apenas um milésimo de segundos para eu perceber que quero senti-la onde quer que seja. O teu afago me conquistou como quem faz cafuné em cabelos ondulados sob a luz do sol porque sabemos que um simples ato é capaz de nos conquistar diante de um …

Continuar lendo

Dançando sem par

Você me deu um beijo na testa e saiu. Não houve abraços, nem um sorriso de “até logo”, você simplesmente saiu em silencio olhando para os pés. Eu quis te pedir para ficar, quis implorar por um pouquinho da tua atenção, mas lembrei que quando alguém quer ir embora, nada pode impedir, nem dinheiro, nem …

Continuar lendo